Zoonoses: doenças que afetam pets e humanos

Todos sabemos que precisamos cuidar da saúde dos nossos pets, para proporcionar uma qualidade de vida melhor para eles. Mas existe também um motivo pessoal para não descuidar dos nossos amigos de quatro patas: existem doenças que são transmitidas dos animais para humanos, são chamadas de zoonoses.

Algumas delas são mais conhecidas, como a raiva. Mas existem outras doenças que podem afetar o seu bichinho e ser transmitidas para os tutores, como a giardíase, leishmaniose e toxoplasmose, por exemplo.

Poucas pessoas sabem, mas a raiva, geralmente associada apenas aos cachorros, pode também afetar gatos. É o que esclarece a Dra. Raquel Sillas, veterinária e diretora do My Pet. “É uma zoonose que merece atenção redobrada, pois em grande parte dos casos leva o pet a óbito. O vírus é transmitido através da saliva – ou seja, mordidas fazem com que o animal se contamine. Pode acontecer em brigas ou, principalmente no caso dos felinos, quando eles tentam caçar algum animal, como morcegos, por exemplo”, conta a veterinária.

A raiva muda o comportamento do pet, deixando-o mais agressivo. O principal e mais conhecido sintoma é a salivação excessiva. Além disso, outras alterações como tremores, desorientação e convulsões também podem indicar que a saúde do animal está comprometida.

Raquel destaca outra zoonose a que devemos estar atentos: a toxoplasmose. “Apesar de dificilmente transmitida de gatos para humanos, é uma doença que também merece atenção redobrada. Os bichanos podem ser infectados através da ingestão de animais infectados, como aves e ratos – ou seja, gatos que ficam majoritariamente dentro de casa, se alimentando exclusivamente de ração, pouco sofrem com esta doença. Animais contaminados quase não apresentam sintoma, mas é importante ficar atento a possíveis casos de febre e tosse”, sinaliza, destacando que uma das melhores formas de evitar a infecção é sempre manusear a caixa de areia usando luvas, para evitar o contato direto com as fezes do animal.

A leishmaniose ataca o sistema imunológico do cão, podendo atingir baço e fígado. Ela é transmitida por um mosquito e pode causar sintomas como feridas pelo corpo, principalmente na face, emagrecimento e paralisia dos membros. Já a giardíase é propagada através das fezes de um bichinho contaminado, deixando o parasita exposto ao ambiente. Ela causa fortes diarreias e desconfortos ao pet.

Ao notar qualquer sintoma diferente ou dores no seu amigo de quatro patas, procure um veterinário. Esta é uma forma de proteger não apenas o pet, mas também a si mesmo e às pessoas do convívio diário. No My Pet, estamos prontos para atender 24 horas por dia, todos os dias do ano.

Mais Notícias

Seu cachorros come grama: o que pode ser?

Leia mais

AnimaLover: novo parceiro em São José dos PInhais

Leia mais

Gripe em pets é tema de Live do My Pet

Leia mais