As vacinas do seu pet estão em dia?

Um dos cuidados mais importantes para manter a saúde do seu pet em dia é a vacinação. Muitos tutores acreditam que vacinas só devem ser aplicadas quando o bichinho é filhote e chega ao novo lar. Porém, muitos desses imunizantes precisam de doses de reforço anuais.

Você sabe quais são as vacinas que seu pet necessita?

A primeira vacina aplicada em cachorros deve ser a polivalente, geralmente 45 dias após o nascimento do filhote. A segunda dose deve ser administrada num intervalo de 21 a 28 dias após a primeira. E é importante saber: este imunizante precisa de dose de reforço anual.

Daniel Copper, veterinário do plano My Pet, explica que a dose é aplicada todos os anos a fim de mantê-lo protegido de doenças como parvovirose, cinomose, parainfluenza, adenovirose tipo 2, coronavirus e alguns tipos de leptospira. “No Brasil, a incidência destas principais doenças ainda é muito alta. A imunização garante a formação de células de defesa para que, caso os pets tenham contato com algum animal doente, esteja imunologicamente pronto para combater esses antígenos. Vacinas são prevenção, ou seja, quanto mais protegido seu pet ficar, menores são os riscos de manifestar doenças que geram alto custo de tratamento e, o que é pior, muitas delas alta morbidade e mortalidade”, esclarece.

O mesmo serve para gatos – a primeira dose da polivalente deve ser aplicada com 45 dias de vida do felino e o reforço dado anualmente. Esta vacina protege de diversas doenças, como panleucopenia, rinotraqueíte, calicivirose e clamidiose. Algumas, inclusive, podem garantir imunidade contra a chamada leucemia felina (FelV). “Os felinos geralmente são mais domiciliados, mesmo assim correm o risco de terem contato com alguns antígenos por nós mesmos, por exemplo, através sola do sapato. Garantir a proteção dos gatos também é vital para saúde e bem-estar desta espécie. Além disso, por características eles são mais sensíveis a doenças e, quando elas são manifestadas, o tratamento acaba sendo mais difícil”, alerta Daniel.

Existem ainda vacinas não obrigatórias, mas que podem ser recomendadas pelos veterinários, como a contra Leishmaniose, tosse dos canis e giárdia. Independente da orientação, é necessário que o tutor se mantenha atento ao cronograma e calendário vacinal para manter a proteção ao bichinho. Vacinar nas datas corretas é extremamente importante para que a imunidade seja garantida.

Você sabia que clientes My Pet possuem todas as vacinas essenciais anuais incluídas na mensalidade, além de descontos nos imunizantes não obrigatórios?

Mas temos uma novidade: agora todos podem contratar uma vacinação, ou qualquer outro serviço My Pet, e dar para seu animal de estimação a experiência de receber nosso atendimento.

Todo o atendimento é realizado em domicílio, deixando seu bichinho mais seguro e confortável. Para mais informações, entre em contato pelo 4007-1309.

Mais Notícias

Gravidez em pets: como perceber e quais cuidados tomar

Leia mais

Parceiro que cuida de Pets com carinho e atenção

Leia mais

Serviços de beleza e bem-estar do pet com descontos em Colombo

Leia mais